Financiamento de capital de giro para empresas


O capital de giro se trata de qualquer operação financeira realizada pelas empresas. Ele se trata de um dinheiro que faz com que o negócio continue em atividade. Por isso, o financiamento de capital de giro pode se tornar extremamente em alguns casos.

Esse capital está diretamente ligado com as operações do dia a dia da empresa. Para aqueles negócios que realizam vendas a prazo ou mesmo em tempos de crise, podem precisar de um capital imediato. É preciso ter dinheiro disponível para pagamento dos funcionários, manutenção de estoque e outras despesas.

Como o capital de giro está direcionado para as atividades do negócio, não há relação alguma com lucros ou perdas de capital. Isso porque ele é considerado um investimento, embora qualquer empresa esteja suscetível a cair em situações de emergência. Para que não fique no vermelho, é possível se garantir com um financiamento voltado para o capital de giro.

Os empréstimos podem ser de curto, médio ou longo prazo, dependendo da carência atual do caixa. Em outros casos, alguns empreendedores tendem a utilizar o financiamento para realizar novos investimentos. Costuma ser vantajoso visto que as parcelas podem ser negociadas diante da necessidade do empreendedor.

Financiamento de capital de giro para empresas

Vantagens de solicitar um financiamento de capital de giro

A principal vantagem observada pelos empresários se trata do fato de não precisar comprovar o direcionamento do capital. Dessa maneira, é possível utilizar o crédito da maneira que for necessário, desde que continue movimentando a empresa. Ou seja, a solicitação do financiamento é bem menos burocrática do que seria com outros empréstimos.

Como dito anteriormente, as parcelas podem ser negociadas diante da necessidade da sua empresa. O dinheiro cai direto na conta corrente da pessoa jurídica. A facilidade também se dá devido ao limite ser proporcional a capacidade de pagamento da sua empresa, de maneira a diminuir as taxas de inadimplência.

As taxas de juros para o financiamento de capital de giro costumam ser mais baixas. No entanto, é possível que alguns bancos peçam alguma garantia. Por isso, é importante que uma pesquisa minuciosa seja realizada antes da solicitação.

Por mais que as taxas sejam menores, veja se o empréstimo é realmente necessário. Criar dívidas em momentos errados pode comprometer ainda mais o seu caixa em vez de aumentar o seu fluxo de capital. O ideal é que faça um planejamento e um cronograma. Assim, é possível saber se a empresa conseguirá pagar as parcelas.

Financiamento de capital de giro para empresas

Quanto eu devo ter de capital de giro disponível para a minha empresa?

Aqueles que ainda estão começando no mercado financeiro podem ter a ideia errônea de que capital de giro é aquele que sobra na conta da empresa. No entanto, esse capital é calculado através de variáveis de entrada e saída do caixa.

O cálculo do capital de giro acontece da seguinte maneira: primeiro se deve somar o Ativo Circulante (dinheiro disponível em caixa, aqueles que estão para receber e o inventário) e diminuir o Passivo Circulante (dívidas e gastos que devem ser pagos no próximo ano).

Esse cálculo permite saber qual a reserva de recursos que a sua empresa possui para cobrir gastos. Os gastos podem ser aqueles de produção, manutenção ou mesmo para momentos em que acontece uma emergência. É importante sempre ter um capital disponível para momentos inesperados. O financiamento de capital de giro acaba se tornando uma boa opção nesses casos.

A quantidade de dinheiro disponível para continuar girando depende do ramo da empresa. Determinadas áreas de atuação podem fazer com que o seu negócio tenha uma época de baixa, de maneira que a reserva para as atividades continuarem deve ser maior. O importante é fazer com que a produção continue mesmo em momentos de crise.

Geralmente o capital de giro precisa ser aumentado em momentos em que a empresa enfrenta rápidos crescimentos. Em casos como esse, somente o dinheiro disponível no caixa pode não ser suficiente para suprir a demanda. Por isso, é possível que seja necessário contratar e treinar novos funcionários, além de aumentar o estoque. Ou seja, a empresa gasta mais mesmo antes de aumentar as vendas.

Conheça outras maneiras de conseguir capital de giro para empresas



Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *