FIES: Entre as melhores taxa de juros de financiamentos estudantis


FIES: Entre as melhores taxa de juros de financiamentos estudantisO Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), criado pelo Ministério da Educação, financia cursos de graduação superior de estudantes que estão matriculados em faculdades que fazem parte do programa. Os valores financiados variam entre 50% e 100%, e o programa está entre as melhores taxa de juros de financiamentos estudantis, mais baixo até que a taxa do Pravaler. Isso significa que você irá economizar muito optando por este tipo de crédito.

Onde contratar um financiamento estudantil

Nem todos os bancos oferecem opções de empréstimo estudantil além do Fies, no entanto, o Bradesco é uma exceção. Com ele, o contratante pode dividir o valor total do semestre em até 12 vezes, com a viabilidade de renovar o crédito no término de cada semestre, mas a taxa de juros do Bradesco é estabelecida de acordo com a análise crédito e relacionamento do cliente com o banco.

Os bancos que trabalham com o Fies, são a Caixa Econômica Federal (CEF) e o Banco do Brasil (BB), ambos atualmente com juros de 6,5% por ano. Como estes são dois bancos públicos, a taxa de juros de financiamentos estudantis tendem a serem muito mais baixas do que as cobradas por instituições financeiras privadas, como é o caso do Bradesco.

O que aprender sobre Fies

  • O montante financiado depende da renda bruta mensal da sua família. A instituição financeira analisa a renda total da sua família e determina o quanto irá financiar. Geralmente, estudantes com renda mensal de até dez salários mínimos poderão financiar entre 50% e 100% o valor do curso. E estudantes com renda mensal entre dez e quinze salários mínimos conseguem financiar entre 50% e 75% do curso.
  • Você consegue solicitar o Financiamento Estudantil mesmo sem começar a estudar. Mas esteja ciente de que a aceitação só aparecerá quando a inscrição for feita. E aqueles que já são matriculados e estudam há um tempo podem solicitar o Fies do período que já passou.

O pagamento é feito em três etapas

  1. Enquanto estuda: você pagará R$ 150 a cada três meses. Este valor é referente ao pagamento dos juros que incidem sobre o financiamento.
  2. Ao final do curso: você terá 18 meses de carência para se estabelecer e recompor sua renda, e neste período irá pagar R$ 150 reais a cada 3 meses;
  3. Após 18 meses de carência: o saldo devedor do estudante pode ser parcelado em até três vezes a duração do seu curso.

Os requisitos para entrar nos Fies

  • Ter uma renda bruta familiar de até três salários mínimos;
  • Escolha um curso de graduação em uma faculdade privada que tenha participação no Fies;
  • Alunos que tenha feito o ENEM a partir da edição de 2010, com uma nota superior a 450 e não ter tirado nota zero na redação;
  • Necessário um fiador ao pedir o financiamento, pode ser seu pai, mãe, tio ou um amigo.

Atenção! É importante pedir a renovação em cada semestre. Ou então, o financiamento provavelmente será suspenso ou cancelado automaticamente. Você pode suspender o Fies por um período ou solicitar o cancelamento.

Fies X Pravaler

Fies tem uma das, se não a, melhor taxa de juros de financiamentos estudantis, porém não é a única opção de financiamento. Caso você não tenha certeza de que o Fies pode ser a alternativa ideal ou você não está dentro das condições acima, você precisa conhecer o Pravaler! Clique aqui e veja as diferenças entre eles.



Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *