5 dicas para conseguir renegociar dívidas da empresa


São vários os fatores que podem levar uma empresa a cair em dívidas. Essas dívidas podem levar a situações difíceis para os empreendedores, que, nos piores casos, podem causar a falência da companhia. Por causa disso, muitos acabam indo até os bancos ou financeiras para buscar ajuda. Se você se encontra nesta situação, confira 5 dicas para renegociar dívidas da empresa.

Na maior parte dos casos partir para créditos mais fáceis podem levar a ainda mais dívidas. Isso acontece por causa das altas taxas de juros que, dependendo do caso, é possível que não seja possível pagar referente ao lucro da empresa. É o que muitos chamam de “criar uma bola de neve” quando se trata de dívidas.

Por causa do momento de crise atual do nosso país, muitas empresas acabaram indo para o vermelho. Dessa maneira, antes de tomar decisões precipitadas, a melhor coisa a se fazer é um planejamento. Procure os credores da sua empresa e busque renegociar dívidas da empresa.

Aqui você irá conhecer as cinco melhores dicas quando se trata da renegociação de dívidas. Assim, você não vai perder mais tempo ao colocar a sua empresa de pé novamente.

5 dicas para conseguir renegociar dívidas da empresa

5 dicas para renegociar dívidas da empresa

1. Comece reanalisando os contratos com os credores

Antes mesmo de procurar os credores da sua empresa para renegociar a sua dívida, há algumas coisas a serem feitas. O primeiro passo é reunir todos os contratos de financiamento da sua empresa e analisa-los cuidadosamente. Você deverá procurar se já algum tipo de irregularidade, como taxas abusivas ou alguma coisa que pode causar muitos prejuízos.

Caso você encontre alguma irregularidade nos contratos, isso pode servir como vantagem na hora de renegociar a dívida. Isso porque a partir do momento em que você denuncia para os órgãos defensores ou o Banco Central eles podem te dar bons acordos. Quando você renegocia com essas vantagens, é possível conseguir melhores condições de pagamento.

2. Fique atento as condições reais de negociação

O próximo passo é ir até o banco ou a agência financeira para conversar com o gerente sobre como é possível renegociar dívidas da empresa. Provavelmente o banco irá propor algumas coisas que podem encher os olhos do empreendedor. No entanto, fique atento para não aceitar parcelas que talvez você não consiga realizar o pagamento. A partir do momento em que há quebra de contrato, a sua dívida irá apenas aumentar.

Para que você não entre em pior negócio do que estava antes, faça uma básica contabilidade. Você precisa estar ciente da renda líquida da sua empresa, para saber o quanto tem disponível para disponibilizar para pagamento de prestações. O importante é que o você, como empreendedor, nunca passe por cima das condições reais da sua empresa.

3. Faça negociações inteligentes para chegar em um bom acordo

Uma coisa que poucas pessoas sabem é que não é necessário aceitar a primeira proposta de acordo oferecida. A renegociação deve ser uma vantagem para você e não para o banco, uma vez que você que irá pagar as prestações. É claro que a contraproposta não pode ser completamente ruim para o banco, procure boas condições para ambos os lados.

O importante é que o empreendedor não se sinta intimidado pelo gerente do banco. Isso pode levar com que eles insistam em uma proposta que não será grande vantagem para a sua empresa. Essa renegociação é considerada algo muito desagradável para a maioria. No entanto, pode ser a saída de salvação para os seus negócios.

5 dicas para renegociar dívidas da empresa

4. Pense a respeito de outras possibilidades de renegociar dívidas da empresa

Antes de chegar ao banco para renegociar a dívida, você pode visitar outras instituições financeiras. Pesquise a respeito das taxas de juros, para levar uma proposta já vantajosa para o gerente do banco. Procure saber também sobre os prazos e os valores de cada prestação, decidindo qual irá caber melhor no orçamento da sua empresa.

Ter esses valores na ponta do lápis pode criar certa pressão no seu banco para melhores condições de pagamento. No entanto, em última opção, caso isso não aconteça, é possível transferir a sua dívida para uma outra instituição. Assim, você irá sair do vermelho com a sua empresa sem precisar se afundar ainda mais em dívidas.

5. Conheça também o empréstimo coletivo

O empréstimo coletivo também é conhecido como “peer to peer lending”, que se trata de uma modalidade de empréstimo de pessoa para pessoa. Caso renegociar a dívida não seja uma opção, você pode solicitar um empréstimo nas plataformas online. Por meio disso, investidores poderão se interessar pela sua empresa e arriscar em lhe emprestar o dinheiro.

Muitos investidores se interessam por esse tipo de financiamento pelo fato de receberem um retorno maior. E, para a empresa, é vantajoso pelas taxas de juros ser extremamente menores do que seriam com os bancos. Basta o empreendedor ser criativo ao lançar a sua proposta.



Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *